Crianças Índigo, Cristais, Diamante. TDAH, Autismo, Educação, Família.
Vamos falar abertamente sobre isso?

Claudiah Rato

Professora e Psicóloga

Questões abordadas:
- A importância da meditação na vida escolar
- Resultados obtidos com a experiência em sala de aula
- Cenário atual da integração professor e aluno
- A criação de vínculos saudáveis nas relações aluno x professor x escola

shadow-ornament

Suely Ramos de Oliveira

Professora e Psicoterapeuta Holística

Questões abordadas:
- Classificar as crianças (Índigo, Cristal, Diamante): até onde é necessário?
- Cronologia das novas gerações e suas características.
- O papel das crianças na mudança dos paradigmas social, familiar e educacional.
- Problemas de adaptação das novas gerações e dicas para pais e educadores.

Depoimentos sobre a palestra

Adorei a descoberta de que sou "índigo"!!! Jamais pensei que houvesse essa classificação para a minha faixa etária!
Também sempre fui "um peixe fora água"! Quanto às crianças e seus contextos, reforçou e abalizou meus pontos de vista. Muito obrigada.

Heli Freireg - RJ

"Excelente a palestra da Suely, deveria ser ouvida em praça pública para que todos tivessem acesso a esta informação, clara, lúcida e esclarecedora sobre as novas e não tão novas gerações! Os resultados que ela menciona, e que afetaram tão drasticamente as novas não tão novas gerações são visíveis em todos os trágicos eventos que temos presenciado nos últimos anos com a gerações de jovens desiludidos deste mundo tão confuso."

Bel Seidl - Terapeuta Integral - RJ

Novos Olhares para a Educação

Gustavo Caldas Brito

Designer de Aprendizado e Pesquisador

Questões abordadas:

- Aprendizado Investigativo como ferramenta
- Educação por projetos
- Design Thinking e Flip Classroom
- Abraçando as escolas: como auxiliar instituições e educadores a transformarem as relações de ensino
- Dicas para começar uma rede colaborativa de saberes (na sua família, mesmo!)

Depoimentos sobre a palestra

Ótima palestra, é um sonho de futuro que toda educação seja nesses moldes, poi as nossas crianças não mais se encaixam nos modelos tradicionais.

Ana Paula T F Do Prado · Rio de Janeiro

Dá até "medo" de ver essa revolução em andamento!!! Rs! Parabéns aos pioneiros!!!

Guilherme Brito · UFF - Universidade Federal Fluminense

As Novas Gerações e os Diagnósticos Equivocados
(Déficit de Atenção, Hiperatividade, etc)

Ingrid Cañete

Psicóloga Interdimensional

Autora de diversos livros na área

Questões abordadas:
- A ilusão das pílulas mágicas
- Sintomas e diagnósticos - características ou doença?
- Pais: o que fazer quando receber esses diagnósticos?
- Dicas para a harmonia familiar com as novas crianças

Depoimentos sobre a palestra

Tenho aqui no Rio um pequeno amigo que aos seis ou sete anos falou para seu pai: "Eu sei que sou um 'lixo', você pode me jogar fora que eu vou entender". Quando atendi esta criança, linda, buliçosa, inteligente e sensível, compartilhei da dor dele pois eu também me senti assim durante a primeira infância! Quando Ingrid fala de "libertação" percebo que muitos se sentem assim quando se encontram com a informação sobre essas frequências "Índigo" ou "Cristal"! Dá pra fazer um "UFA!, tô salva! Não sou um ET! Ou pelo menos sou um ET aqui no plano terrestre!" E aí a vida toma uma outra dimensão e fica viável. Esse aspecto tão diferenciado é parecido com um "calabouço", como se estivéssemos aprisionados numa cápsula e, de repente, a vida ganha outra perspectiva e podemos retornar ao nosso estado natural de Ser!
Daí a importância de que os adultos, pais, familiares, mestres, terapeutas, busquem, pesquisem e queiram desde o mais profundo do seu coração valorizar a criança, o Ser luminoso e perfeito que habita cada um de nós, cada um do seu jeito próprio de ser! Gratidão profunda à Ingrid, e a todos que estão de fato envolvidos em aprender, entender e a "ajudar a estancar essa onda de diagnósticos equivocados", aos rótulos que são responsáveis por perdermos tantos para as drogas, para a depressão, para o suicídio, para a violência! Gratidão querida Ingrid por seu magnífico trabalho e por sua palestra tão esclarecedora.

Bel Seidl, Terapeuta Integral - Rio de Janeiro

Vanessa, obrigada por esse trabalho tão especial de abrir portas, que contribui para que a Luz em forma de informação seja expandida! E obrigada também à Ingrid que, com sua Palestra, compartilhando de maneira tão amorosa seus conhecimentos e experiências com seres tidos como diferentes e especialmente as crianças de agora que vêm sendo rotuladas e "neutralizadas" por recursos inadequados para a sua condição existencial, nos incentiva e estimula a buscar crescimento, a olhar de verdade para nossas crianças e com elas contribuir para a construção do mundo melhor que tanto queremos! Gratidão a vcs!

- Sandra Cano - Ribeirão Preto

Obrigada a Ingrid Cañete e ao Portal do Bem pela maravilhosa e esclarecedora entrevista. Assídua leitora e seguidora de Ingrid, identifico em meus filhos e netos tudo aquilo que ela divulga e pesquisa para que possamos assim ter maior clareza e visão dessa nova geração de crianças tão "especiais" .Gratidão.

Ana Jones - Rio Grande do Sul

Nossa! Como estou grata a vocês por ter acesso as palestras! Que trabalho primoroso! Destaco na brilhante fala da Ingrid o chamamento para os pais no que se refere ao filho como prioridade. Certamente, ao escolher celebrar o papel de pais presentes, as dificuldades encontradas no âmbito social serão mecanismos impulsionadores para o despertar da alma da família. As próprias crianças de forma muito autêntica nos conduzem nesta descoberta. Adorei as dicas para o aprofundamento do estudo. E acho de extrema relevância uma palestra que aborde o tema do autismo numa próxima oportunidade. Muita Luz! Minha gratidão!

Mônica Figueiredo - Salvador

Rótulo, discriminar, e outras coisas mais, meu filho sofreu na maternal durante 3 anos, mas graças a Deus, encontramos anjos da guarda na nossa vida, meu filho está sendo acompanhado numa escola terapêutica e um centro terapêutico, medicamentos homeopáticos e nossa credibilidade no espiritismo.

Rouse Tavares - Estrasburgo

Consegui assistir as duas últimas palestras e adorei ambas. Identifiquei-me com o trabalho realizado pelo Projeto Extramuro, pois trabalho de forma semelhante na sala de recursos multifuncionais onde atuo como docente do Atendimento Educacional Especializado. Já tive o prazer de ter alguns encontros com a Ingrid, momentos especiais de fortes reflexões e aprendizados. É sempre enriquecedora a oportunidade de ouvi-la novamente. Gratidão Vanessa Kober por esta iniciativa que muito tem a contribuir com a multiplicação deste tema que necessita de esclarecimento.

Elisabete Rossi - Rio Grande do Sul

Receba a liberação automática das 3 palestras, artigos, dicas, grupos de apoio e cursos on line!

Não perca! Participe e vamos mudar essa panorama da infância e adolescência. Cadastre-se ao lado.

arrow

ASSISTA GRATUITAMENTE!

Inscreva-se abaixo para receber o link da transmissão

Nós respeitamos sua privacidade e NUNCA enviamos SPAM.



Deixe seu comentário!